top of page

Burke-Fahn-Marsden Dystonia Rating Scale - BFMDRS

A Escala de Burke-Fahn-Marsden (BFMDRS), também conhecida como Burke-Fahn-Marsden Dystonia Rating Scale, é uma ferramenta confiável e válida utilizada para quantificar os sintomas e sinais da distonia. Ela é composta por duas seções principais: uma escala de movimento e uma escala de incapacidade. Essa escala foi desenvolvida para avaliar a gravidade da distonia em diferentes regiões corporais e sua influência nas atividades diárias dos pacientes.


A escala de movimento da BFMDRS é dividida em nove regiões corporais: olhos, boca, fala e deglutição, pescoço, braço direito, braço esquerdo, tronco, perna direita e perna esquerda. Cada região é avaliada individualmente quanto à gravidade dos movimentos distônicos, utilizando-se um escore que considera fatores provocativos, de gravidade e de ponderação. Os escores variam de 0 a 8 para olhos, boca e pescoço, e de 0 a 16 para as outras partes do corpo.


A escala de incapacidade, por sua vez, avalia a percepção do paciente sobre a dificuldade em sete atividades diárias: fala, escrita, alimentação, deglutição, higiene, vestir-se e caminhar.


Para preencher a BFMDRS, o examinador realiza uma avaliação clínica detalhada, observando os movimentos e interações do paciente em várias situações provocativas. Cada região é pontuada de acordo com a presença e gravidade dos sintomas observados, e esses pontos são somados para obter o escore total da escala, que varia de 0 a 120 pontos.


A validade da escala refere-se à sua capacidade de refletir a gravidade percebida da distonia pelos clínicos, enquanto a confiabilidade diz respeito à consistência das avaliações feitas por diferentes examinadores ou pelo mesmo examinador em momentos diferentes.


A BFMDRS tem sido amplamente utilizada em estudos clínicos para avaliar a eficácia de tratamentos para distonia, especialmente em estudos de estimulação cerebral profunda. Embora seja uma ferramenta valiosa, ela também apresenta desafios na sua aplicação, como a necessidade de distinguir claramente entre fatores provocativos e de gravidade, o que pode complicar sua administração em alguns casos clínicos específicos.




Burke RE, Fahn S, Marsden CD, Bressman SB, Moskowitz C, Friedman J. Validity and reliability of a rating scale for the primary torsion dystonias. Neurology. 1985;35(1):73-77.


Comella CL, Leurgans S, Wuu J, Stebbins GT, Chmura T; Dystonia Study Group. Rating scales for dystonia: A multicenter assessment. Movement Disorders. 2003;18(3):303-312.


Krystkowiak P, Tezenas du Montcel S, Vercueil L, et al. Reliability of the Burke–Fahn–Marsden scale in a multicenter trial for dystonia. Movement Disorders. 2007;22(5):685-689.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Groton Maze Learning Test (GMLT)

O Groton Maze Learning Test (GMLT) é um instrumento neuropsicológico que oferece uma avaliação abrangente de múltiplos domínios cognitivos, com particular ênfase na aprendizagem e memória espacial, fu

Stop-signal task

O Stop Signal Task (SST) é uma ferramenta essencial para estudar a inibição de respostas, um componente crucial do comportamento flexível e dirigido a objetivos. Nesse teste, os participantes realizam

Julgamento de Orientação de Linhas

O teste de Orientação de Linhas (JLO) é um instrumento neuropsicológico amplamente utilizado para avaliar habilidades de orientação espacial. Este teste foi desenvolvido com base em estudos que demons

Comments


bottom of page