top of page

Teste das Trilhas, Parte A

Atualizado: 16 de jul.

O Teste das Trilhas, parte A, é uma medida neuropsicológica utilizada para avaliar a função cognitiva, especialmente a atenção visual e a função executiva. Consiste em uma tarefa simples e cronometrada na qual o participante é instruído a ligar sequencialmente números de 1 a 25, dispostos aleatoriamente em uma folha, o mais rapidamente possível. A pontuação é baseada no tempo necessário para completar a tarefa corretamente, refletindo a velocidade de processamento, a capacidade de planejamento e a atenção visual. Este teste é frequentemente utilizado em estudos clínicos e pesquisas para avaliar alterações cognitivas em condições como demência, doença de Parkinson e lesões cerebrais traumáticas.





Reitan RM. Validity of the Trail Making Test as an indicator of organic brain damage. Percept Mot Skills. 1958;8(3):271-276.


Reitan RM, Wolfson D. The Halstead-Reitan Neuropsychological Test Battery: Theory and Clinical Interpretation. 2nd ed. Tucson, AZ: Neuropsychology Press; 1993.


Tombaugh TN. Trail Making Test A and B: Normative data stratified by age and education. Arch Clin Neuropsychol. 2004;19(2):203-214.

41 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Groton Maze Learning Test (GMLT)

O Groton Maze Learning Test (GMLT) é um instrumento neuropsicológico que oferece uma avaliação abrangente de múltiplos domínios cognitivos, com particular ênfase na aprendizagem e memória espacial, fu

Stop-signal task

O Stop Signal Task (SST) é uma ferramenta essencial para estudar a inibição de respostas, um componente crucial do comportamento flexível e dirigido a objetivos. Nesse teste, os participantes realizam

Julgamento de Orientação de Linhas

O teste de Orientação de Linhas (JLO) é um instrumento neuropsicológico amplamente utilizado para avaliar habilidades de orientação espacial. Este teste foi desenvolvido com base em estudos que demons

Comments


bottom of page